Jovem assassinado em casa tinha pedido oração dias antes para sair do crime

Foto: reprodução

O guardador de carros, Dhulio Lira da Silva, de 25 anos, perdeu sua vida na madrugada desse sábado (27), quando sua residência foi invadida por três homens não identificados, que atiraram diversas vezes na vítima. O crime ocorreu por volta das 3h15, na rua Jambú, bairro Jorge Teixeira, na zona Leste de Manaus, enquanto estava com a filha de quatro anos dormindo no colo. Segundo os familiares, dias antes, a vítima tinha pedido oração para sair do mundo da criminalidade.

Testemunhas informaram aos policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que o trio chegou na casa de Dhulio em um carro, modelo Ford Ka, de cor preta.

Ao Radar uma amiga da vítima há 14 anos, que não quis se identificar, contou que Dhulio já teve envolvimento com o tráfico de drogas, mas tinha desistido do crime pelo bem da filha.

“A esposa dele contou que quando os suspeitos entraram na casa, ele já sabia de quem se tratava, então tirou a filha do colo, colocou-se de pé e esperou pelos disparos”, disse.

“Ele tinha pedido oração de uma pessoa, pois traficantes estavam o ameaçando para que ele voltasse a vender drogas, mas o Dhulio não queria mais essa vida. Mesmo Deus perdoando as falhas, infelizmente a criminalidade não perdoa”, finalizou.

O caso está em investigação pela polícia civil da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).