Juiz censura reportagem de Crusoé a pedido da bolsonarista Bia Kicis

O juiz Hilmar Castelo Branco Raposo Filho, da 21ª Vara Cível de Brasília, censurou uma reportagem de Crusoé a pedido de Bia Kicis.

A deputada bolsonarista usou a estrutura da Câmara, com dinheiro público, para mover a ação.

A reportagem (aberta para não assinantes) de Helena Mader menciona os empecilhos existentes no Congresso para a aprovação da PEC da Segunda Instância e cita o nome de Kicis apenas uma vez.

O juiz ordenou a retirada do texto da internet ou a supressão do nome da deputada. Mesmo com Crusoé não tendo sido formalmente citada, a menção a Bia Kicis na reportagem alvo de censura será coberta com uma tarja preta enquanto a decisão vigorar.