Juiz decide que jornal A crítica “ultrapassou os limites da informação” e manda retirar posts 

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) determinou que o Jornal A Crítica retirasse da internet os comentários do apresentador do Alerta Amazonas, Sikêra Júnior sobre a morte do engenheiro Flávio Rodrigues, por “ultrapassar os limites da informação”. A decisão atendeu uma ação movida pela primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko.  

Em caso de descumprimento, o magistrado determinou multa diária de R$ 10 mil. A empresa de comunicação deve recorrer da sentença. 

Na decisão, o juiz responsável pelo caso, argumentou que os comentários feitos por Sikêra “ultrapassaram os limites do direito à informação, de maneira que adentraram à esfera dos direitos de personalidade”. 

Na mesma ação, Elizabeth também pedia uma retratação “por meio do mesmo veículo e página eletrônica”, mas foi negado pelo juiz. 

O engenheiro de 42 anos desapareceu durante uma festa na casa de Alejandro Valeiko, no condomínio Passaredo, na Ponta Negra, dia 29 de setembro deste ano. O corpo de Flávio foi encontrado num terreno do bairro do Tarumã, no dia seguinte. No mês passado, o lutador de MMA, Mayc Vinicius Parede assumiu em depoimento a autoria do crime