Juiz Paulo Fernando de Britto Feitoza recebe Medalha Ruy Araújo na Aleam  

 

O juiz de direito da 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), Paulo Fernando de Britto Feitoza, recebeu durante sessão Especial no auditório Belarmino Lins, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), a Medalha Ruy Araújo. A homenagem foi uma iniciativa do deputado estadual Mário Bastos (PSD).

Para Bastos destacou ser muito justo o reconhecimento ao magistrado por sua grande contribuição jurídica à sociedade amazonense e a notória eficiência como   homem público e exemplar no estrito cumprimento da lei.

“Ele sem dúvida é merecedor da referida homenagem por todos reconhecimentos recebidos no decorrer de sua vida profissional e pela competência, dedicação e isenção, o que só fez crescer e honrar a imagem do Judiciário no Estado do Amazonas”, disse Mário Bastos.

Paulo Fernando de Britto Feitoza agradeceu a todos e recordou algumas situações por que passou na vida e comparou a homenagem a um sonho. “Nunca pensei de estar em uma Casa Legislativa que representa 3 milhões de pessoas e ser homenageado com tanta honra”, afirmou.

Prestigiaram a Sessão o desembargador Wellington José de Araújo, vice-presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM); Cley Barbosa Martins, promotora de justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE/AM), Eisenhower Pereira Campos subsecretário municipal de gestão, Carlos Alberto de Moraes Ramos Filho, diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Major Aviador Alex Arruda Lima Júnior, comandante do 7º esquadrão aéreo e Marco Aurélio de Lima Choy, presidente da OAB/Amazonas.

Carreira no judiciário

Paulo Fernando de Britto Feitoza atua há 20 anos como juiz de Direito no Amazonas e está à frente da 4ª Vara de Fazenda Pública desde agosto deste ano. Começou a carreira na magistratura na Comarca de São Sebastião do Uatumã, interior do Estado, depois foi removido para a Comarca de Iranduba e, antes de ser promovido para a capital, foi designado para servir no 1º Juizado Especial Cível.

Ele é especialista em Direito Público e Privado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), mestre em Direito Ambiental pela Universidade Estadual do Amazonas (UEA) e doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Feitoza também é professor do programa de Pós-Graduação em Direito Ambiental da UEA, palestrante da Escola Paulista da Magistratura e professor da Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam). É ainda autor de vários artigos científicos, publicados em revistas jurídicas do Brasil. Recentemente, lançou em Manaus o livro “Patrimônio Cultural – Proteção e Responsabilidade Objetiva”.