Júlio Pereira de Aquino Filho

Servidores da Delegacia Especializada em Ordem Política e Social (Deops) registraram, no último sábado (25/04), às 14h30, um Boletim de Ocorrência (BO) sobre o desaparecimento de Júlio Pereira de Aquino Filho, 65, ocorrido na última quarta-feira (22/04), por volta das 17h30, em um templo religioso, na rua Carbonita, Conjunto Parque Shangrilá 1, bairro Parque Dez de Novembro.

Conforme consta no BO, o informante, José Arthur Rozzette, relatou que o idoso, que é diabético e possui dificuldades de memória, passou há pouco tempo por uma cirurgia. Por não ter para onde ir, abrigou-se na casa de um amigo em uma invasão na zona norte, mas, por conta das condições precárias, fugiu.

Maçons localizaram Júlio e o abrigaram em uma sala improvisada no Templo da Fraternidade Universal. José relatou, também, que contrataram uma senhora para cuidar do idoso até o surto da Covid-19 passar e conseguirem colocá-lo em um abrigo social. No dia 22, no horário acima citado, o idoso fugiu do templo religioso e não deixou nenhum aviso.

A delegada Catarina Torres, titular da Especializada, solicita a quem tiver informações sobre a localização de Julio Pereira que entre em contato com os servidores da Deops pelo número (92) 3214-2268, ou entre em contato com a família, pelo número (92) 99236-9288.

A Deops está situada nas dependências da Delegacia Geral, na avenida Pedro Teixeira, 180, bairro Dom Pedro, em frente ao Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho (Sambódromo), zona centro-oeste da cidade.