Justiça concede medida protetiva a mulher que diz ter sido espancada por vereador

O vereador Cicero Custódio, conhecido como Sassá da Construção Civil (PT), deve se manter afastado a uma distância de 300 metros da recepcionista Jessica Batista dos Santos, 27, que registrou um Boletim de Ocorrência (BO) contra ele, por injuria e lesão corporal. (Ver documento no final da matéria)

De acordo com a delegada Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), Debora Mafra, o caso já foi encaminhado para a justiça e as partes aguardam a primeira audiência.

“Ela tem uma medida protetiva e o caso foi encaminhado para a justiça. Caso ela precise de mais alguma coisa como apoio psicológico nós encaminharemos”, disse.

Conforme informações do registro feito no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), às 2h30 da madrugada do dia 9 de setembro, a vítima foi agredida durante uma festa na casa de Show Alambique, localizada na Avenida do Turismo, na Ponta Negra, zona Oeste.

A recepcionista informou à polícia que foi agredida com chutes e tapas, além de receber injurias como ‘vagabunda, bandida e p#t@’. Jessica Batista que trabalhou com o vereador no Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, onde ele é presidente, e na Câmara Municipal de Manaus (CMM), também informou que teve um relacionamento de nove anos com Sassá.

BOLETIM DE OCORRÊNCIA