Justiça determina multa de R$ 30 mil para rodoviários em caso de greve

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) determinou em liminar nesse sábado (26), multa de R$ 30 mil, caso os rodoviários realizem greve no transporte coletivo de Manaus na terça-feira (29), conforme vem sendo divulgado pela categoria.

A decisão foi da desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 11º Região, Ruth Barbosa Sampaio, em favor do pedido feito pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

Em caso de descumprimento a ordem judicial, o Sindicato dos Rodoviários poderá ser multado em R$ 30 mil por hora de paralisação, além da configuração do crime de desobediência. Por fim, a magistrada determinou o uso de forças policiais para cumprir a liminar, caso haja necessidade.

O transporte coletivo de Manaus opera com nove empresas, em 229 linhas, e transporta em média 750 mil pessoas por dia.