Justiça determina que Governo do AM transfira imediatamente pacientes de Tabatinga para Manaus ou outros Estados

Foto: Divulgação MPAM

A Justiça determinou nessa quarta-feira (2) que o Governo do Amazonas faça imediatamente a remoção via UTI móvel de 12 pacientes com Covid-19, que estão internados no Hospital do município de Tabatinga (distante 1.105 quilômetros de Manaus), para unidades hospitalares de Manaus ou de outros estados.

A decisão liminar foi deferida na Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Amazonas (MPA). (Veja documento no final da matéria).

A transferência deverá obedecer a ordem de prioridade preestabelecida, no prazo de 48h, sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil, limitada a 10 dias. O magistrado destacou, em trecho da decisão, que atualmente o Hospital de Guarnição de Tabatinga possui um total de 12 leitos que dispõem de respiradores mecânicos, todos eles já ocupados havendo, consequentemente, superlotação nos leitos semi-intensivos.

Cenário epidemiológico em Tabatinga

De acordo com os dados da Fundação em Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulgados nessa terça-feira (2), o município contabiliza 2.701 casos de Covid-19 e 99 mortes pela doença.

Confira o documento na íntegra