Justiça julga homem que esquartejou mulher e guardou corpo em geladeira

Após ter esquartejado uma mulher em 2017 no bairro Betânia, Zona Sul de Manaus, Firmo Farias Sampaio, de 35 anos, é julgado nesta quinta-feira (17) em Mutirão do Júri, no Fórum Henoch Reis, Zona Centro-Sul. A vítima nunca foi identificada, pois a cabeça dela, que havia sido degolada, foi jogada no lixo e teria sido levada pela coleta de lixo da cidade.

Na época do crime, a mãe do homem foi quem denunciou o caso à polícia. Segundo ela, Firmo a convidou para ver o corpo que ele havia esquartejado e guardado as partes dentro da geladeira. Ainda segundo a mãe do acusado, ele é usuário de drogas e teria envolvimento com magia negra.

A audiência de julgamento de Firmo, que é acusado pelo crime de feminicídio, começou às 15h e deve seguir até as 23h desta quinta, segundo assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

A sessão faz parte do Mutirão de julgamentos organizado pelo órgão, realizado nesta semana. Além desta, outras audiências ocorrem, paralelamente, em 17 auditórios da capital e do interior. No total, 150 processos devem ser julgados até esta sexta-feira (18).