Justiça manda Antônia Fontenelle apagar publicação de ataque a professora

Reprodução / YouTube

Nesta sexta-feira (25), a juíza Adriana Angeli de Azevedo Maia, da 5ª Vara Cível determinou que a youtuber Antônia Fontenelle retire imediatamente do ar uma publicação em seu Instagram, na qual ela ataca a professora e antropóloga Débora Diniz.

De acordo com o colunista Leo Dias, do site ‘Metrópoles’, Antônia acusou Débora de “defender pedófilos, o aborto e a pedofilia” em publicação nas redes sociais.

Na decisão em favor de Débora, a juíza destacou: “Na hipótese, a verossimilhança dos fatos alegados está comprovada pela farta prova documental apresentada, demonstrando que a ré (Antônia) publicou em sua página do Instagram uma foto da autora, acompanhada de comentários agressivos, difamatórios e injuriosos, acusando-a de defender pedófilos, proferindo ameaças e incitando terceiros, marcando na publicação as redes sociais de revista para a qual a autora escreve e de Universidade onde é professora, denegrindo, assim, a sua honra e prejudicando a sua imagem, com reflexos, inclusive, em sua vida pessoal e profissional”, argumentou.

Em caso de descumprimento da decisão, a Antônia está sujeita ao pagamento de multa de R$ 1 mil.