Larry King morre aos 87 anos depois de complicações do novo coronavírus

O jornalista americano Larry King morreu neste sábado (23) aos 87 anos. A informação foi confirmada pelo perfil oficial do apresentador. Ele foi vítima da Covid-19 e estava internado desde o começo do mês em um hospital em Los Angeles. Ele apresentava o programa Larry King Live, na CNN americana.

“É com profundo pesar que a Ora Media anuncia a morte de nosso cofundador, apresentador e amigo Larry King, que morreu nesta manhã aos 87 anos no Centro Médico Cedros Sinai de Los Angeles. Por 63 anos e passando pelas plataformas de rádio, televisão e mídia digital, as milhares de entrevistas, prêmios e reconhecimento global de Larry ficam como um comprovante de seu talento único e duradouro como comunicador”, diz o comunicado.

Leia o comunicado na íntegra: “23 de janeiro de 2021. Com profunda tristeza, Ora Media anuncia a morte de nosso cofundador, anfitrião e amigo Larry King, que morreu nesta manhã aos 87 anos no Cedars-Sinai Medical Center em Los Angeles. Por 63 anos e passando por todas as plataformas de rádio, televisão e mídia digital, os muitos milhares de entrevistas de Larry, prêmios e aclamação são um testemunho de seu talento único e duradouro como locutor de rádio. Além disso, embora fosse seu nome aparecendo nos títulos dos programas, Larry sempre viu seus entrevistados como verdadeiras estrelas de seus programas, e ele mesmo como um canal imparcial entre o convidado e o público. Se ele estava entrevistando um Presidente dos EUA, líder estrangeiro, celebridade, personagem envolvido em de escândalos, ou um homem comum, Larry gostava de pedir curtas, diretas e descomplicadas questões. Ele acreditava que perguntas concisas geralmente forneciam as melhores respostas, e ele não estava errado nessa crença. Entrevistas de Larry de sua temporada de 25 anos no programa “Larry King Live” da CNN, e seus programas Ora Media “Larry King Now” e “Politicagem com Larry King “são constantemente referenciados pelos meios de comunicação em todo o mundo e permanecem como parte do registro histórico do final do século 20 e início do século 21. Ora Media envia nossas condolências aos filhos sobreviventes, Larry, Jr., Chance, Cannon e toda a família King. Os preparativos para o funeral e uma cerimônia fúnebre serão anunciados mais tarde em coordenação com a família King, que pede sua privacidade desta vez“.