Laudo aponta responsabilidade de motorista no acidente em que carreta esmagou carro no Japiim

De acordo com o documento, os freios estavam funcionando normalmente

Foto: divulgação

Um mês depois do grave acidente onde um carro foi esmagado por uma carreta na avenida General Rodrigo Otávio, bairro Japiim, zona Sul de Manaus, resultando na morte de Suzy da Silva Pedrosa e Maria Eduarda Cardoso Caldas, a Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (Deat) apresentou o laudo pericial de investigação do caso, no qual foi constatado que os freios do veículo estavam funcionando.

Com isso, a responsabilidade da tragédia que tirou a vida da madrasta e enteada é atribuída ao motorista da carreta, que estava ultrapassando a velocidade permitida na via localizada na zona Sul da capital.

Relembre o caso

O acidente fatal aconteceu na manhã do último dia 27 de agosto, uma sexta-feira, no trecho da avenida que fica em frente ao supermercado Baratão da Carne. Na ocasião, o carro pilotado por Suzy, modelo Honda Fit, foi totalmente esmagado, e causou a morte imediata da mulher de 37 anos e da enteada, de 17.

A reportagem do Radar esteve no local e acompanhou o agonizante processo de resgate das vítimas que ficaram presas entre as ferragens.

À época, o motorista do veículo foi preso por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). O Radar procurou a assessoria de comunicação da Polícia Civil, responsável pelas investigações, para questionar o andamento da situação policial e jurídica do homem. A reportagem aguarda respostas.

O caso teve grande repercussão entre a população e levantou debate sobre a fiscalização do trânsito dos veículos de grande porte pelas vias da capital.