Laudo confirma que Lázaro é autor de estupro cometido em abril de 2021

Resultado do exame genético feito pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) confirmou que o psicopata Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, foi o autor do estupro de uma jovem, no Setor Habitacional Sol Nascente, no dia do aniversário dela. O laudo ficou pronto nesta sexta-feira (2/7).

Ao Metrópoles a delegada-chefe da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam 2), em Ceilândia, comentou o caso. “Tivemos a confirmação de que Lázaro foi o autor também desse crime, assim como o da família Vidal, brutalmente assassinada no dia 9 de junho”, comentou Romana.

“Chegamos à conclusão através de provas objetivas. As impressões digitais de Lázaro foram encontradas no local, através do Instituto de Identificação (II), e também através do material genético. Nós tínhamos o material genético dele no Instituto de Pesquisa e DNA Forense (IPDNA), por um crime que ele havia sido condenado em 2009, e confrontamos com o material encontrado na atual vítima. Com isso, foi possível confirmar com 100% de certeza que Lázaro Barbosa é o autor do estupro violento no Sol Nascente, em abril deste ano”, acrescentou.

Terror

Lázaro Barbosa, morto por forças de segurança de Goiás depois de 20 dias de perseguição, na última segunda-feira (28/6), observou, durante dias, uma mulher que seria estuprada logo após um assalto a uma chácara, na região do Sol Nascente. O criminoso violentou a vítima no mesmo dia em que ela comemorava aniversário, em 26 de abril deste ano.

O estupro foi o desfecho de um roubo a residência cometido por Lázaro, na chácara onde a vítima morava com o marido e filho. A presença do psicopata foi notada pelos cachorros da propriedade, que alertaram sobre o estranho no terreno. A mulher estava deitada no quarto quando se levantou para checar o motivo da inquietação dos cães. Lázaro apareceu na janela, empunhando uma arma e ordenando que ela abrisse a porta.