Liceu de Artes e Ofícios de Parintins recebe duas novas exposições

Liceu de Artes e Ofícios de Parintins 1 2

O Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro de Parintins ganha duas novas exposições em agosto, promovidas pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura. A primeira, “Perspectiva” do artista visual Freyzer Andrade, traz retratos em pintura acrílica que de tão perfeitos mais parecem imagens fotográficas com efeitos coloridos. Já a segunda, “Recordações” dos alunos do Núcleo de Artes Visuais, traduz em traços e pinceladas a riqueza da Terra de Parintintin.

A vernissage das exposições acontece sexta-feira (12), às 19h, para a imprensa e demais convidados. Já o público pode conferir “Perspectiva” e  “Recordações” a partir de sábado (13) até o dia 13 de maio de 2017. O horário de visitação é das 8h30 às 12h e das 14h30 às 18h de segunda a sexta-feira, e nos sábados das 14h30 às 19h.

Dentro da Galeria de Wandir Santos (lado Caprichoso), “Perspectiva” apresenta 16 telas pinceladas com a técnica acrílica sobre tela, produzidas exclusivamente para a 1ª Exposição no Brasil. “A exposição traz um novo olhar sobre a arte, apresenta um novo estilo enovas cores criadas por mim. É o resultado de pessoas que desenhei de diferentes países, como Austrália, Roma, Chile, Estados Unidos, Inglaterra, Brasil e outros”, revela Freyzer.

Nascido na comunidade Valéria, Freyzer é um artista profissional autodidata e domina as técnicas com tinta a óleo, acrílica e aquarela. Mais conhecido por seus retratos contemporâneos, suas obras apresentam uma combinação de simplicidade de cor. O artista tem influencia de Van Gogh, Modigliani, Caravaggio, Picasso e John James Audubon. Freyzer expõe regularmente em shows individuais abordo de diferentes cruzeiros ao redor do mundo. Através da sua arte já esteve em 48 países  e é considerado um dos mais jovens artistas a expor na Holland America.

Já na Galeria de Arte Jair Mendes (lado Garantido), “Recordações” vem com 24 desenhos traçados pelos alunos do Núcleo de Artes Visuais, que expressam a riqueza e magnitude da Ilha Bela da Imperatriz. “Parintins a partir do século XIX é  retratada por crianças e adolescentes de um talento encantador, que expressam o sentimento de afeição ao reproduzirem com muita habilidade o sentimento de afago à sua cidade, que encantará o espectador ao contemplar as lembranças que renasceram em técnicas de grafite, aquarela e aguada de nankin, as quais foram estudadas nas dependências do Liceu”, explica Erinaldo Batalha, coordenador do Núcleo de Artes Visuais e Audiovisual.

Os autores das obras de “Recordações” são: Anderson Luiz, Felipe Lima, Gustavo Belém, Jean de Souza, Nailson dos Anjos, Anderson Belém, Marcelo Freitas, Selma Tavares, Igor Jorge, Deinerson Silva, Antonio Fuziel, Thalia Andrade, Yana Reis, Luciana Andrade, Roneildo Leal, Evellyn Souza, Bruna Amaral, Marcos Bulcão, Raul Batalha, Gabriel Vieira, Emerson Mendes e Marcio Sakamoto.

Liceu de Artes e Ofícios de Parintins 2

Liceu de Artes e Ofícios de Parintins 3

Liceu de Artes e Ofícios de Parintins 4

Liceu de Artes e Ofícios de Parintins 5

Liceu de Artes e Ofícios de Parintins 6