Liderança indígena Tikuna do Alto Solimões participa de #VozesIndígenas do MPF (ver vídeo)

Reprodução vídeo divulgação

Em comemoração ao Dia do Índio, durante o mês de abril, o MPF no Amazonas abre espaço para #VozesIndígenas compartilharem suas experiências. Neste primeiro relato, o entrevistado é Santos Cruz Mariano Clemente, liderança indígena Tikuna do Alto Solimões, no Amazonas, que é atualmente diretor do Museu Maguta, em Benjamin Constant.

Em seu relato, Santos Cruz fala dos desafios de ser indígena durante a pandemia. O líder relata que uma das dificuldades é a de não conseguir se locomover para articular as demandas de sua comunidade com o Estado e município por conta do isolamento social. E que as lideranças indígenas estão tentando ao máximo respeitar os decretos, mas no mesmo momento estão sendo cobrados para continuar as articulações.

Assim, Santos destaca a força dos indígenas com a tradição em seus medicamentos e a luta para resolver as demandas, mas sem faltar o respeito com o distanciamento social. “Estamos sendo protegidos com a nossa tradição, nosso Deus, nossos espíritos da floresta e das águas, mas a gente não desfaz o decreto feito pelos governantes”, finaliza o líder indígena.