Litro da gasolina comum já é vendido a partir R$ 4,99 nos postos de combustíveis em Manaus

O litro da gasolina comum já está sendo vendido por R$ 4,99 na maioria dos postos de combustíveis de Manaus desde a noite de segunda-feira (17). Em um estabelecimento localizado na Avenida Brasil, bairro Compensa, zona Oeste, a gasolina comum está sendo comercializada por R$ 5,69 por litro. A previsão é que o preço da gasolina comum ultrapasse R$ 5 por litro até o final de semana, segundo o Sindicato Estadual do Comércio Varejista de Combustíveis do Amazonas (Sindicombustíveis-AM).

A gasolina aditivada já custa R$ 5,16 por litro em postos de combustíveis da zona Centro-Sul da capital. O litro do diesel está custando de R$ 3,65 a R$ 3,75 e o preço do etanol está variando de R$ 3,45 a R$ 3,54 por litro. Pelas redes sociais da empresa de serviços públicos Trânsito Manaus, a população compartilhou imagens dos preços em diversos postos de combustíveis da capital.

No interior do Estado, onde o preço dos combustíveis são, historicamente e por questões logísticas, mais caros do que em Manaus, o valor da gasolina comum pode se aproximar dos R$ 6 por litro. Em Tefé, por exemplo, onde a gasolina comum já custa, em média, R$ 5,2 por litro, o valor pode ficar entre R$ 5,5 a R$ 5,8 por litro. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a partir de um levantamento realizado semanalmente.

“Como a Amazônia é um lugar atípico, o preço vai variar de acordo com o município. Em Itacoatiara, Manacapuru, Novo Airão, onde o acesso é pela via rodoviária, o preço será similar ao aplicado em Manaus, mas Tefé e outros municípios mais distantes, onde a logística é mais complexa, os preços sofrerão uma alteração maior”, explicou o presidente do Sindicombustíveis-AM, Geraldo Dantas.

O aumento dos preços é em decorrência de um aumento de 0,98% do preço da gasolina nas refinarias, anunciado na última quarta-feira (12) pela Petrobras. É o segundo reajuste em menos de um mês. Na mesma semana, a Petrobras já tinha anunciado um aumento de 1,01% no valor da gasolina nas refinarias.

Com os reajustes, o preço dos combustíveis passou de R$ 2,2294 para R$ 2,2514 por litro desde a última sexta-feira (14). “De agosto até agora foram R$ 0,32 de aumento repassados pela distribuidora aos postos de combustíveis e o aumento está refletindo para os proprietários que estão acabando com o capital de giro e o lucro. Toda vez que aumenta o preço, a venda de gasolina diminui e as despesas continuam na mesma, gerando um desequilíbrio nas contas”, disse Geraldo Dantas.