Live marca lançamento de biografias de Márcia Siqueira e Zezinho Corrêa

O evento de lançamento das biografias de dois dos principais símbolos da cultura e da música amazonense nas últimas décadas: Márcia Siqueira e Zezinho Corrêa, acontece nesta segunda-feira (28), com transmissão online direto do Centro Cultural Palácio da Justiça, a partir das 16h.

Eles são temas das biografias “A Voz da Floresta” e “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”, que seriam lançados num evento presencial, mas com a determinação do novo decreto governamental, o lançamento dos livros será em formato de live, pela rede social YouTube, canal de Márcia Siqueira e da TV Encontro das Águas.

Quem vai comandar as entrevistas com os autores dos livros e mais os próprios artistas, é jornalista Baby Rizzato. Durante a live  de lançamento, tanto Márcia Siqueira, quanto Zezinho Corrêa também vão cantar músicas.

O livro-reportagem “Márcia Siqueira, A Voz da Floresta”, de autoria da jornalista Betsy Bell e coautoria do jornalista Fabrício Nunes, é uma biografia autorizada. Ricamente ilustrado, apresenta um relato completo e inédito, da vida e da carreira de Márcia, desde seus primeiros minutos de vida até se tornar a primeira mulher Levantadora Oficial de Toadas do Festival Folclórico de Parintins.

Entre os destaques de “A Voz da Floresta” estão revelações sobre a trajetória pessoal da cantora, como a sua inusitada formação musical, o primeiro show, a carreira que começou aos 4 anos de idade, a agitada adolescência, uma fuga, uma alter ego e também o retorno à Manaus, quando desponta para se tornar um dos principais fenômenos musicais do Amazonas.

“Conhecemos a excepcional Márcia cantora, a artista que domina os palcos como poucos e que é referência musical no Estado. Mas, neste trabalho de pesquisa e de horas de entrevistas, fomos buscar a mulher, a mãe, a guerreira que, desde sempre, quis cantar e não mediu esforços, praticamente sozinha no mundo, para atingir seu sonho”, ressalta Betsy.

TIC, TIC, TAC

Do Município de Carauari a 788Km de Manaus, em linha reta para os palcos do mundo. A trajetória de Zezinho Corrêa é o tema de “Eu Quero é Tic, Tic, Tac”, escrito pelo jornalista e produtor cultural Fabrício Nunes e é resultado de pesquisas e entrevistas realizadas pelo autor desde 2017, para seu trabalho de conclusão do curso universitário em Comunicação Social.

Agora, o material atualizado e ampliado, ganha a primeira edição impressa e, além do artista e profissional, Fabrício apresenta o lado pessoal e pouco conhecido de Zezinho, pelo menos, para a maioria dos fãs e para aqueles que vivenciaram, ou não, o furacão “Carrapicho” na década de 1990. O livro é um importante relato e registro deste período.

“Foram horas de entrevistas em que abordamos temas como família, religião, o sonho de ser cantor e o impacto em sua vida ao atingir o estrelato”, explica Nunes.

Os livros foram selecionados pelo Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e contam com apoio do Governo do Amazonas e Magistral Bebidas.

(*) Com informações Assessoria