Anúncio

Liverpool venceu o City de virada e garantiu vaga na semifinal da Liga

São cinco títulos de Liga dos Campeões, 18 do Campeonato Inglês, e tantas outras taças nacionais e internacionais. O Liverpool é gigante e provou isso nessa terça-feira ao vencer por 2 a 1 o Manchester City de virada, fora de casa, no jogo de volta das quartas de final da Champions. Gabriel Jesus abriu o placar para o time da casa, mas Salah e Firmino garantiram a vitória. Como venceu também por 3 a 0 na ida, os Reds garantiram novamente vaga na semifinal da competição depois de dez anos.

Além do Liverpool, a Roma já está confirmada na semifinal. Nesta quarta-feira, mais duas equipes vão confirmas suas vagas nos jogos Real Madrid x Juventus e Bayern de Munique x Sevilla. A Uefa realiza na próxima sexta-feira o sorteio da semifinal.

Primeiro tempo

A vantagem do Liverpool era enorme, afinal tinha vencido por 3 a 0 o jogo de ida em casa. Nesta terça-feira, Pep Guardiola abriu mão dos laterais, armou sua zaga numa linha de três, colocou quatro homens no meio de campo e mais três no ataque. O objetivo era pressão total, e foi o que aconteceu. Logo no primeiro minuto, Van Dijk errou uma saída de bola, Fernandinho tocou para Sterling, que apenas rolou para Gabriel Jesus marcar. No lance, o zagueiro do Liverpool reclamou muito de falta de Sterling. Até o último minuto, o City pressionou, criou chances e ficou perto do segundo gol. Ele até saiu quando Sané aproveitou uma trombada do goleiro Karius com a zaga e empurrou a bola para a rede. O árbitro apontou impedimento do atacante, mas a bola bateu em Milner antes de chegar aos seus pés. O técnico Pep Guardiola, indignado com o lance, acabou expulso por reclamação.

Segundo tempo

O Manchester City não conseguiu repetir no segundo tempo a postura da etapa inicial. O time parecia mais nervoso, deu espaços para o Liverpool e acabou levando o empate aos dez minutos. Mané fez ótima jogada, entrou na área e caiu. Ederson saiu na bola, mas Salah foi mais rápido, passou pelo goleiro e deu um lindo toque para a o fundo da rede. Com o empate e a vaga na semifinal muito próxima, o time de Jürgen Klopp passou a controlar o jogo, levar perigo nos contra-ataques e jogar no erro do rival. E foi assim que conseguiu a virada. Otamendi tentou sair jogando, Firmino recuperou a bola, entrou na área e bateu no cantinho para garantir a vitória e a classificação.

Gol toda hora

Ataque pesado e decisivo. Assim é o Liverpool, que conta com Salah, Firmino e Mané. O brasileiro e o egípcio têm oito gols na competição, número que jamais outro jogador dos Reds conseguiu em uma edição de Liga dos Campeões. Mané tem sete gols. Além disso, Salah soma oito gols em dez jogos. É o quinto maior artilheiro da equipe na competição, fica atrás de nomes como Gerrard, Luis García, Crouch e Kuyt.