“Só love” entre o deputado petista Francisco Praciano e o peemedebista Eduardo Braga

praça-bragaApós a saída do deputado petista Sinésio Campos da liderança do Governo de Melo na ALE, nesta sexta-feira (16), houve mais um sinal visível (e desses de deixar qualquer um boquiaberto) de que o PT caminhará com Braga nas eleições desse ano e, pelo que tudo indica, sem grandes traumas como de outras vezes, com a ala mais a esquerda do partido dizendo “cruz credo” para apoiar qualquer outro tipo de candidatura que não seja originária do partido, ou de sigla com arraigados princípios socialistas. Se for do PMDB, então, nem pensar!

Isso deve ter vindo à mente de quem estava no porto de São Raimundo durante a entrega de equipamentos mecanizados do programa federal  PAC 2 pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, acompanhado do líder do Governo no Senado, senador Eduardo Braga.

Em seu discurso, durante a solenidade, o deputado petista disse em alto e bom som: “Um dos pedidos que eu quero fazer é que o ministro (do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto), o nosso líder do governo e próximo governador, Eduardo Braga, e parlamentares, façamos um esforço de sentar à mesa para não acontecer o que eu soube: a possibilidade do equipamento ficar parado por falta de diesel”.

Ainda durante seu discurso, Francisco Praciano destacou a importância da luta pela prorrogação da Zona Franca de Manaus por mais 50 anos e afirmou: “O senador Eduardo Braga, líder do Governo no Senado, é um dos grandes defensores da Zona Franca de Manaus em Brasília”.

Pelo jeito a história de eterna antipatia entre o petista e o peemedebista está sendo reescrita onde os sinais estão mais para “só love” do que para “cruz credo”. (Any Margareth)