Luiz Castro conversa com o povo no Manôa e participa de ato na Santa Casa de Misericórdia

Luiz Castro e João Tayah – candidatos ao governo do Amazonas pela Coligação “O começo de uma grande mudança”, REDE/PSOL -, conversaram com a população do bairro Manôa na manhã deste domingo (25). Em seu primeiro ato de campanha, ambos conversaram com a população, levando a mensagem de verdadeira alternativa ao grupo que desgoverna nosso Estado há décadas.

“Somos uma candidatura coerente e ética, que une a experiência e a competência necessária para gerir com responsabilidade nosso Estado e tirá-lo da crise”, apontou Luiz Castro.

João Tayah também salientou a necessidade de mudança no cenário atual no Amazonas. “Tivemos um governador cassado e, mesmo agora, o grupo político que domina o Estado há mais de 30 anos quer manter-se no Poder. Precisamos nos livrar dessas correntes e este é o momento ideal”, afirmou o candidato a vice-governador.

Em seguida, ambos foram ao ato em frente à Santa Casa de Misericórdia, local com história não somente no segmento da saúde, mas também na vida religiosa da cidade.

Luiz Castro e João Victor entraram no prédio e constataram, mais uma vez, a situação de total abandono: ausência de telhado, vidraças quebradas, lixo no chão e madeira em decomposição.

Rosa dos Anjos, presidente da Associação de Cultura do Estado do Amazonas (Aceam), explicou que há um Plano Emergencial de Restauração, com decisão judicial favorável, a ser iniciado em 50 dias.

“O primeiro processo é em relação à segurança e, em seguida, limpeza e o levantamento das questões estruturais da Santa Casa e então começa o processo de restauração”, afirmou.

Luiz Castro assinalou que fará, como deputado estadual, uma cobrança direta ao governador interino para que a decisão judicial seja cumprida. “Em meu documento, falarei sobre o ato e vou cobrar as medidas necessárias e emergenciais, como a ocupação do prédio e a limpeza”, finalizou.

Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação

Esta matéria é de total responsabilidade do candidato