Luiz Castro renuncia ao uso do “Cotão” durante período eleitoral

O deputado Luiz Castro não utilizará os recursos da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) durante o período eleitoral.

Em memorando encaminhado hoje (16) ao diretor-geral da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), Wander Mota, o parlamentar comunica a não utilização do “cotão” nos meses de agosto e setembro, em que se desenrola a campanha eleitoral.

Candidato a prefeito de Manaus pela coligação formada pela Rede/PMN, Luiz Castro decidiu suspender o uso dos recursos da verba indenizatória, nos meses em que se dedicará também às atividades de campanha.

“Continuamos com a rotina normal de trabalho no Parlamento, mas decidimos renunciar ao cotão, porque procuramos agir com transparência e coerência na nossa atividade política e eleitoral”, ressalta o deputado.

Estimada em pouco mais de R$ 23 mil mensais, a verba indenizatória é concedida aos deputados para uso na atividade parlamentar com gastos de material de expediente, gasolina, material gráfico e com telefone.