Luiz Castro ressalta a conquista da autonomia financeira da UEA

Desde 2011 lutando pela autonomia financeira da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o deputado Luiz Castro, candidato a governado do Amazonas pela coligação REDE-PSOL, considera como uma vitória a sanção da Emenda Aditiva nº 9, de sua autoria, bem como a assinatura pelo Executivo Estadual, do projeto de lei revogando o artigo 6° da Lei Nº 3.022/2005, que devolve a autonomia orçamentária à instituição, conforme determina a emenda apresentada pelo parlamentar.

Luiz Castro sempre esteve na linha de frente na luta em defesa do fortalecimento da UEA e insistiu na apresentação de emendas à LDO, pedindo que os recursos arrecadados para a Universidade, fossem repassados e administrados diretamente pela instituição, tendo em vista a sua importância estratégica para o desenvolvimento do Estado, como centro de formação acadêmica.

Mas somente agora conseguiu a sua aprovação, com o apoio da comunidade universitária que ocupou as galerias da Aleam, defendendo a independência orçamentária da UEA. O deputado Dermilson Chagas também apresentou emenda de igual teor.

Corroborando com a emenda de Luiz Castro, o governador interino Davi Almeida anulou o artigo 6° da Lei Nº 3.022/2005 que impede a autonomia financeira da UEA. Com essa revogação, a instituição passará a receber os recursos financeiros em sua totalidade, sem a obrigatoriedade de repassar ao Estado o valor do superávit. O projeto assinado ontem pelo governador, deverá chegar nesta terça-feira (25) à Aleam.

“Sancionada a emenda e derrubado o artigo 6º da Lei, que permite que todo o superávit orçamentário da UEA seja aplicado em outros setores da gestão estadual, a partir de agora os recursos da instituição serão investidos integralmente na melhoria do ensino superior e para garantir a infraestrutura necessária do seu funcionamento administrativo”, comemora Luiz Castro.

Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação

Esta matéria é de total responsabilidade do candidato

Agenda: (26/07)

7:30h – Panfletagem na esquina da avenida Constantino Nery com Pedro Teixeira

9h – Reunião com Sindicato dos Escrivães e Investigadores da Polícia Civil (Sindeipol)

14h – Entrevista ao Amazonas Atual

16h – Entrevista ao jornal Amazonas em Tempo

17h – Bandeiraço no conjunto Eledorado

18h – Caminhada no Calçadão da Ponta Negra