Lula confirma apoio a candidatura de Eduardo Braga para o Governo do Amazonas

Foto: Assessoria

Notícias veiculadas na mídia nacional dão conta que, até a proxima segunda-feira, uma reunião será realizada para selar a aliança entre o pré-candidato do PT a presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e os candidatos do MDB a governo em nove estados brasileiros. Um desses candidatos que terá o apoio de Lula é o senador Eduardo Braga para o governo do Amazonas.

Nesta terça-feira, Eduardo Braga (MDB-AM), esteve reunido com Luiz Inácio Lula da Silva que confirmou publicamente seu apoio a Eduardo Braga para o governo do Amazonas. Com isso, a candidata do próprio MDB à presidencia, a senadora Sinome Tebet fica sem palanque em vários stados brasileiros.

Até agora, PT e MDB já acertaram alianças, além do Amazonas, no Pará, Piauí, Ceará, Alagoas, Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte e Bahia. Isso significa que lideranças estaduais como Eduardo Braga (AM), Eunício Oliveira (CE) e Jarbas Vasconcelos (PE) decidiram montar palanque com Lula e não com a candidata do próprio partido.

Ao mesmo tempo cada dia fica mais dificil a situação eleitoral de Simone Tebet que até agora não decolou na preferência do eleitorado e mantém baixos percentuais de intenção de voto nas pesquisas, entre 2% e 4%.

E, enquanto Tebet não cresce na preferência do eleitorado, o MDB se mantém dividido entre entre ela, Lula e o presidente Jair Bolsonaro. O MDB liberou os Estados para fazerem as alianças que melhor couberem aos diretórios regionais. Parte do partido defendia que, se a senadora não decolasse até maio deste ano, o partido deveria retirar sua candidatura.

O senador Eduardo Braga parece fazer parte daqueles que ainda desejam discutir se o MDB vai ter mesmo candidatura própria ou fecha em bloco, nacionalmente, com o presidente Lula. Pelo discurso está mais para a segunda opção

O ex-presidente Lula, segundo a imprensa nacional, deve vir a Manaus no final deste mês ou no início de agosto, assim como a Belém, onde estará no palanque de Helder Barbalho.