Maduro: oligarcas brasileiros querem impedir que Lula seja presidente

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, condenou novamente a detenção do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e assegurou que os oligarcas brasileiros querem impedir que o povo do país possa elegê-lo como presidente.

“Contra Lula foi desencadeada uma perseguição da oligarquia judicial e da mídia no Brasil, e aqui na Venezuela a condenamos, sabemos que querem evitar que Lula seja candidato presidencial”, afirmou o presidente venezuelano durante uma homenagem ao político colombiano Jorge Eliécer Gaitán, em Caracas.

Lula se entregou à Polícia Federal na tarde de 7 de abril, sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, e está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. O ex-presidente foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Anteriormente, Maduro se referiu a Lula como um símbolo de democracia e de justiça social, apelando aos venezuelanos para que reflitam sobre os sistemas de governo de direita que, segundo ele, têm-se dedicado a perseguir judicialmente os líderes progressistas como a ex-presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, que teve vários casos judiciais pendentes em seu país.

Fonte: Notícias ao Minuto