Mãe se desespera ao saber da morte da filha e quebra SPA na zona Leste (veja vídeos)

Safira Eloá Monteiro, que tinha 1 ano e 5 meses, teria dado entrada na unidade de saúde para fazer uma inalação. 

Foto: Divulgação/ Radar Amazônico

Uma mãe que não teve a identidade revelada, foi filmada na noite dessa terça-feira (7), quebrando janelas e parte da recepção do Hospital e Maternidade Chapot Presvost  que fica localizado na rua Getúlio Vagas, nº 184, Colônia Antônio Aleixo.

Segundo informações preliminares, a criança que foi identificada como Safira Eloá Monteiro, que tinha 1 ano e 5 meses, teria dado entrada na unidade de saúde para fazer apenas uma inalação.

De acordo com o pai da menina, identificado como Valderio Ferreira, a criança após ser atendida pelo médico teve que ser entubada e logo após morreu.

A mãe ao saber da morte da criança entrou em desespero e saiu quebrando janelas e portas de vidro e aparentava estar totalmente desorientada e precisou ser contida por enfermeiros do hospital.

“A minha filha, chegou bem, a minha filha chegou bem, eu quero a minha filha”, gritava a mãe.

O Radar entrou em contato com  a Secretária de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), para saber o que o secretário Anoar Samad e seus assessores vão fazer para apurar responsabilidades pela morte da criança, se houve negligência médica no atendimento e no procedimento de entubação da menina e o que pode ter dado errado para evoluir para a morte, mas como de costume as autoridades de saúde do governo de Wilson Lima se limitam a ficar calados, sem qualquer explicação.

Veja vídeo