Mães D’água: Boi Caprichoso abraça as matriarcas que sofrem com a enchente

A ação social foi comandada nesse sábado (07) pelo presidente Jender Lobato e pelo vice-presidente Karu Karvalho

O boi do povo também é genuinamente o boi de todas as mães. Ao som de toadas consagradas do Festival Folclórico de Parintins, o Boi Caprichoso visitou nesse sábado (07) as mulheres mães azuladas que sofrem com o impacto da enchente do Rio Amazonas.

Esta é a segunda edição da campanha Mães D’água, que destina às matriarcas parintinenses alimentos e mantimentos para auxiliar neste momento difícil, quando as residências de bairros tradicionais do reduto azul, como Francesa e Palmares, são inundadas pelas águas.

A ação foi comandada pelo presidente Jender Lobato e pelo vice-presidente Karu Karvalho, acompanhados por diretores e membros do Conselho de Arte. A Marujada de Guerra caminhou ao lado do Caprichoso na Vila Submarino e deu o tom para mais um ação social e solidária do bumbá. Foram destinadas às famílias cestas básicas, camisas do Caprichoso, CD’s e diversos presentes especiais na véspera do Dia das Mães.

Para a dona da casa e torcedora apaixonada do Caprichoso, Ivaneide Xavier, foi uma honra receber a visita do boi que ela aprendeu a amar.

“Uma das cenas mais lindas da minha vida foi ver ele chegando. Uma honra recebê-lo em minha casa, até porque aqui todo mundo é Caprichoso e sente orgulho de vestir suas cores. Somente gratidão por este momento”, destaca.

Emocionada, dona Valdenice Ferreira não escondeu as lágrimas por receber a visita e o presente do Caprichoso. “É o melhor presente que eu poderia receber hoje, véspera do Dia das Mães. É uma emoção muito grande pois somos vizinhos do Curral Zeca Xibelão e hoje é como se a festa viesse até nós. Muito obrigado por isso, meu Caprichoso”, disse.

Quando avistou o Caprichoso, dona Jucy Marina Oliveira correu para abraça-lo e chorou ao receber de presente uma das cestas básicas.

“Quando que eu poderia imaginar que o melhor presente viria do meu boi querido. Ele é como um filho para mim e hoje me presentou da maneira mais emocionante. A felicidade é imensa, pois as dificuldades são enormes, a presença dele aqui é uma benção e nós dá esperança” agradece.

O presidente Jender Lobato caminhou pelas pontes e adentrou cada uma das residências da Vila Submarino. Ele enfatiza que o Boi Caprichoso jamais abandona o seu povo. “Somos cientes que as mães que moram em nosso reduto sofrem todos os anos com a enchente e nós retornamos agora para, mais uma vez, proporcionar a elas um dia especial. Hoje o Caprichoso vem acalentar essas pessoas e ao mesmo tempo mostrar que somos um só povo e vamos caminhar sempre juntos”, enfatiza.

Para o presidente do Conselho de Arte, Ericky Nakanome, neste dia quem abraça é o Caprichoso, quem acolhe e ajuda é o Caprichoso, o boi que todos os anos recebe o apoio do povo que mora nessas áreas propensas aos alagamentos. “O Caprichoso, antes de toda aquela estrutura física que vemos no Bumbódromo, é feito de gente, de pessoas humildes que doam o seu tempo, o seu suor por essas cores. São mulheres, mães que estão na Marujada de Guerra, nas tribos indígenas, na cênica ou mesmo nas arquibancadas. Hoje, nós nos organizamos e viemos aqui oferecer esse presente para elas”, ressalta.

Missa em ação de graças

Neste sábado (07/05) o Boi Caprichoso convida a nação azul e branca para uma missão em ação de graças em homenagem ao Dia das Mães. A celebração ocorre no Curral Zeca Xibelão, às 19 horas. Logo em seguida haverá o Ensaio Show, também em homenagem a todas as rainhas azuladas.

(*) Com informações da assessoria