Mais da metade da obra na Bola da Suframa está concluída

A obra na bola da Suframa avança e já está com mais de 50% dos trabalhos concluídos. A obra faz parte da recuperação viária do Distrito Industrial 1, realizada pela Prefeitura de Manaus com recursos do governo federal, via Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Nesta sexta-feira (8), o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, percorreu o trecho em obra na bola da Suframa e comprovou que o primeiro anel de pavimento rígido da rotatória está pronto, assim como dois terços do segundo anel, faltando ainda o último anel. Além disso, 2,8 quilômetros da avenida Danilo Areosa estão totalmente recapeados.

“Esse trabalho que está sendo feito no segundo anel está repetindo o que já foi feito no primeiro, com pavimento rígido, totalmente preparado para receber esse tráfego pesado. Juntamos a isso outras obras que estamos fazendo e as que vamos fazer, como a Rodrigo Otávio, e teremos um novo visual para o Polo Industrial, que sustenta todos nós”, afirmou o prefeito.

No lote 1, que contempla a bola da Suframa, são aproximadamente seis quilômetros de vias, com asfalto, drenagem profunda, meio-fio, calçadas e sarjetas. A bola da Suframa, com aproximadamente 900 metros lineares, está recebendo pavimento rígido – concreto – para suportar a carga de trânsito pesado da área.

O primeiro anel já está concluído e o segundo entra na sua última fase de pavimentação. Esse pacote contempla, ainda, as ruas da Feira, Rio Jaguarão, Rio Quixito, Itaúba e as avenidas Governador Danilo de Matos Aerosa, já concluída, Ministro João Gonçalves, Ministro Mário Andreazza e Guaruba.

“Teremos um Distrito Industrial totalmente repaginado, transformando-se em cartão-postal para investidores, moradores e visitantes. Um belo trabalho em parceria com a Suframa”, disse o prefeito. Ele também agradeceu ao governo federal por manter rigorosamente em dia o repasse dos recursos para as obras, o que garante a continuidade e agilidade.

De acordo com o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, as obras de recuperação viária do Distrito Industrial 1 já estão mudando as expectativas de negócios para o Polo Industrial. “Manaus vai dar certo, já está dando certo, com o volume de obras que está sendo realizado. Os pessimistas que mudem de opinião, porque estamos passando por um momento espetacular para atração de investimentos. A partir de janeiro, fevereiro, já estaremos recebendo esses novos negócios”, afirmou.

As obras do Distrito Industrial, que inicialmente custariam R$ 136 milhões, devem ser finalizadas com um custo aproximado de R$ 120 milhões. “Ao invés de aumentar o preço, nós diminuímos e estamos devolvendo o dinheiro para o tesouro nacional”, avisou o prefeito. A redução do custo foi possível porque algumas ruas estavam em bom estado de conservação e só precisaram de pequenos ajustes.

Mais de nove mil veículos/hora circulam pela bola da Suframa no horário de Pico, incluindo os de grande porte. Para a realização da obra, o tráfego foi monitorado e desviado pelo Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) de acordo com cada etapa, para oferecer segurança a motoristas e pedestres.