Mais de 160 toneladas de pescado irregular é apreendida em operação do Ibama

Cerca de 166 toneladas de peixe foram apreendidos durante uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Amazonas. Além disso, três frigoríficos com problemas de licenciamento foram embargados em Manaus, Manacapuru e Iranduba. Somadas, as multas chegam a R$ 1,3 milhão.

Outros cinco frigoríficos também passaram pela inspeção, mas os fiscais não encontraram irregularidades.

Durante a ação, os fiscais do Ibama verificaram o cumprimento da moratória que proíbe a comercialização da piracatinga, uma espécie de bagre carniceiro. O objetivo da proibição, que vigora até 2020, é proteger o boto cor-de-rosa, usado como isca para a pesca essa espécie.

Amostras de filé de pescado também foram coletadas nos oito frigoríficos vistorias e enviadas para o Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), que fará a análise para verificar se a carne é de piracatinga.

A apreensão será doada para o projeto Mesa Brasil, do Sesc (Serviço Social do Comércio), que distribui alimentos a pessoas em situação de pobreza.

Com informações do Ibama