Mais de 2 mil armas de fogo foram apreendidas no Amazonas em 2020

Foto: Divulgação- SSPAM

Cerca de 2 mil armas de fogo foram retiradas de circulação pelas polícias Civil e Militar, neste ano, conforme levantamento do Setor de Balística do Instituto de Criminalística. Por mês, foram apreendidas, em média, quase 190 armas pelas forças policiais.

De janeiro a novembro, uma em cada três armas apreendidas foi revólver. No período, 711 unidades foram recolhidas, o que corresponde a 34,7% das 2.050 apreensões deste ano. Na sequência, as pistolas aparecem com 385 unidades, representando 18,8% do total apreendido.

Segundo o Instituto de Criminalística, estes tipos de armamentos são os mais utilizados para a prática de crimes, como roubos, tanto pela facilidade do uso quanto pela facilidade de mantê-los escondidos.

Além disso, o número de apreensões de armas de grosso calibre cresceu em 2020. Desde janeiro, foram 414 unidades recolhidas, um aumento de 10% em relação às 375 do ano passado. Estão incluídas, neste comparativo, espingardas, rifles, submetralhadoras, carabinas e fuzis.

As espingardas respondem por 15% do total de armas apreendidas, segundo o levantamento do IC, órgão ligado ao Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), da SSP-AM.

A população pode ajudar a polícia a tirar armas de fogo das mãos de criminosos através de ligações anônimas ao 181, o disque-denúncia da SSP-AM. O serviço é gratuito e funciona 24 horas por dia em todo o Estado.

(*) Com informações da assessoria da SSP-AM