Mais de 20 mil doses de vacina foram aplicadas nas primeiras três horas do viradão

A Semsa orienta que não esqueçam de levar os documentos obrigatórios

Foto: divulgação

Nas primeiras três horas de intensificação da vacinação contra a Covid-19 neste sábado (28), a Prefeitura de Manaus registrou a aplicação de 20 mil doses de vacina nos 39 pontos de atendimento à população, coordenados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Estão sendo imunizados os que receberam a primeira dose de AstraZeneca há 56 dias ou mais, de CoronaVac há 28 dias ou mais e de Pfizer há 84 dias ou mais.

De acordo com a titular da Semsa, Shádia Fraxe, o objetivo da intensificação, que conta com a parceria do Governo do Amazonas, é aumentar a cobertura vacinal na capital e reduzir os riscos associados à circulação da variante Delta do coronavírus, já identificada em quatro pacientes em Manaus.

Apesar de estar voltado para a ampliação da segunda dose, o mutirão também contempla as pessoas de 12 anos ou mais que ainda não se vacinaram. Estas podem procurar um dos quatro pontos estratégicos (Sesi, Studio 5, Centro de Convivência Padre Pedro Vignola e Shopping Phelippe Daou) que funcionam neste sábado até as 16h ou um dos pontos do complexo Arena da Amazônia, sambódromo e Centro de Convenções Vasco Vasques, que vão funcionar em sistema de viradão, até as 18 horas de domingo, sem intervalo. Nesses locais, estão sendo aplicadas primeiras e segundas doses.

Além dessas, estão abertas outras 33 unidades, entre unidades de saúde e escolas públicas espalhadas por todos as zonas geográficas da cidade, para a aplicação exclusiva de segunda dose do imunizante AstraZeneca, que representa o maior volume de demanda no momento.

Shádia Fraxe destacou, durante a abertura do mutirão, que as 33h de atendimento, incluindo a noite de sábado e a madrugada de domingo, representam uma oportunidade para aqueles que têm pouco tempo para se deslocar a um posto no horário tradicional de atendimento.

“Nossa intenção é que o público compareça e que ninguém volte para casa sem vacina. Nós estamos aí com casos da Delta, então é importante lembrar que a vacina protege das formas graves da doença e que todos nós precisamos nos responsabilizar, nos engajar, para ter nosso esquema vacinal completo e para proteger não só nós, mas nossos familiares e as pessoas que nós amamos”, disse.

Sobre a terceira dose, a secretária reafirmou que a inclusão do reforço no esquema vacinal já é uma realidade e que o Ministério da Saúde já emitiu nota técnica permitindo que o processo comece em 15 de setembro.

“Porém, ainda estamos alinhando a operacionalização dessa nova dose para, em breve, estarmos com uma programação definida. É uma orientação do prefeito David Almeida que Manaus siga vacinando com a celeridade possível e que agregue no menor tempo possível as doses de reforço dentro dos critérios estabelecidos pelo Plano Nacional de Vacinação”.

Imunizados

José Faustino Fernandes, de 54 anos, padre da Igreja Católica de São Jorge, tomou a segunda dose de AstraZeneca logo cedo na Arena da Amazônia. Animado, ele agradeceu a Deus e às pessoas que estão contribuindo com a ciência, como os médicos e enfermeiros, e a todos os que estão direta ou indiretamente auxiliando a vencer essa batalha.

Também entusiasmada estava a dona de casa Francineide Damasceno, que foi receber a segunda dose de AstraZeneca com o marido, com quem tomou a primeira dose no dia 12 de junho, Dia dos Namorados. “Para mim, está sendo maravilhoso, porque já perdemos tanta gente, parentes e amigos com essa doença, então a vacina é um voto de esperança”.

Documentos

Para os que ainda vão aos pontos de vacinação, a Semsa orienta que não esqueçam de levar os documentos obrigatórios. Para a segunda dose basta apresentar documento de identificação original com foto, CPF e a carteira de vacinação com o registro da primeira dose.

Para os que vão receber a primeira dose, é necessário apresentar, além desses documentos, um comprovante de residência, com cópia. No caso dos adolescentes, valem os mesmos documentos, sendo que o menor, caso não tenha documento de identidade, pode levar a certidão de nascimento; e se não tiver CPF, pode levar o Cartão Nacional do SUS. Também é obrigatório que esteja acompanhado de um responsável maior de 18 anos e se este não for pai ou mãe, deve assinar uma declaração de responsabilidade.

Também é importante que os que vão se vacinar contra a Covid-19 pela primeira vez façam previamente o cadastro no imuniza.manaus.am.gov, acessando a opção “Cadastro do Cidadão”, informando os dados pessoais solicitados.

Para saber os pontos com menor movimento, o usuário pode, antes de sair de casa, consultar o filômetro, da Prefeitura de Manaus (bit.ly/filometrovacina), que indica o fluxo de pessoas por local para facilitar a identificação daqueles onde o atendimento pode ser mais rápido.

A relação completa dos pontos de vacinação abertos neste sábado e no domingo está disponível no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br), podendo ser acessada diretamente pelo link https://semsa.manaus.am.gov.br/noticia/locais-de-vacinacao-covid-19/.