Mais de 25 mil pessoas deixaram Manaus durante as festas natalinas

O porto de Manaus foi um dos lugares que mais registrou saída de pessoas para o interior do Estado

pessoas manaus

Foto: Marcos Guimarães/Arsepam

Durante as festas natalinas, de quinta-feira (23) até domingo (26), foi registrada a saída de 25.705 pessoas de Manaus, por meio dos transportes intermunicipais. A informação foi divulgada pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Amazonas (Arsepam), responsável pela ação. Foram contabilizadas 1.227 fiscalizações.

O fluxo de passageiros registrado representa um aumento de 28,98% em relação à operação de novembro deste ano, com 19.929 pessoas utilizando os transportes intermunicipais regulados pela Agência.

O diretor-presidente da Arsepam, João Rufino Júnior, divulgou que o maior registro de saída foi por meio do modal hidroviário, com o total de 17.752 passageiros e 311 fiscalizações. A maior saída diária foi no dia 23 de dezembro, com 6.689 pessoas, tendo o posto do Porto Público Privatizado de Manaus e da Manaus Moderna, no Centro da capital, quantificado o público de 3.471.

Ainda de acordo com o gestor, os destinos mais procurados nessa modalidade foram: Careiro da Várzea (1°), Iranduba (2° – distrito de Cacau Pirêra) e Tefé (3°), municípios localizados a 25, 27 e 523 quilômetros de Manaus, respectivamente.

Modal rodoviário

O Departamento de Transporte Rodoviário (DETR) da Arsepam informou que 7.953 pessoas utilizaram essa modalidade para acessar outros municípios do estado. Ao todo, ocorreram 916 fiscalizações e três autos de constatação emitidos, com apoio do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte de Iranduba (IMTTI).

Os autos aplicados foram direcionados para duas empresas que operam no transporte regular (viagens entre terminais rodoviários). Dois ônibus de uma mesma operadora foram retidos e multados pelas equipes de fiscalização da Arsepam e do IMTTI após os discos dos tacógrafos apresentarem informações incorretas. A medida adotada segue o que determina o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Na prática, o tacógrafo indica e registra, de forma simultânea, inalterável e instantânea, a velocidade e a distância percorrida pelo veículo em função do tempo decorrido. Por meio do instrumento, pode-se obter dados como o tempo de trabalho do motorista, de parada e o período que o condutor permaneceu dirigindo.

A outra ocorrência foi em um ônibus com um para-brisa trincado. Neste caso, o CTB estabelece somente aplicação de multa.

Outros dados

A data com maior registro de saída nesse modal foi a véspera de Natal, no dia 24, com 2.658 passageiros. Na data, o posto de fiscalização com maior fluxo foi o Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim — Rodoviária de Manaus, no bairro Flores, zona centro-sul, com 1.022 passageiros.

A Arsepam destaca que, no período da operação, os municípios mais procurados pela população, que utilizou o transporte rodoviário intermunicipal, foram Itacoatiara (1°), Manacapuru (2°) e Iranduba (3º), distantes, respectivamente, 176, 68 e 27 quilômetros da capital.

Além do IMTTI, a fiscalização contou com o apoio do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) e da Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH).

(*) Com informações da Assessoria