Anúncio Advertisement

Mais de 30 CNHs foram cassadas pelo Detran neste ano no Amazonas

De janeiro a março, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) suspendeu a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de 34 condutores e cassou outros 31 por infrações cometidas no trânsito em Manaus.

A suspensão, que pode ser por até dois anos, é aplicada quando o motorista ultrapassa os 20 pontos em infrações na carteira. Já a cassação se dá em virtude da reincidência nas infrações ou da condução do veículo com a carteira já suspensa pelo órgão de trânsito.

Em 2018, foram cassadas 242 CNHs e suspensas 2.636 carteiras em todo o estado. Das carteiras cassadas este ano, a maior parte é por falta de uso de capacete, autuações por infrações graves ou gravíssimas no período de um ano da Permissão para Dirigir (PPD), ou reincidência de infrações médias.

As suspensões foram motivadas, principalmente, em decorrência de flagrantes de condução sob efeito de álcool, direção perigosa, chegando ao limite de 20 pontos na CNH.

Legislação

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece uma série de punições para motoristas que infringem normas de trânsito, e as penalidades podem ocasionar suspensão ou cassação da habilitação.

As infrações cometidas pelos motoristas são divididas em quatro estágios: leve, média, grave e gravíssima. Nos casos leves, três pontos são atribuídos à CNH; nas médias, quatro pontos; nas graves, cinco pontos, e nas gravíssimas, sete pontos.

Com informações do Detran-AM.