Mais de 339 mil declarações do Imposto de Renda foram recebidas no Amazonas

Com o encerramento do prazo para as declarações do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), no último dia 30, a Receita Federal recebeu 339.207 declarações enviadas por contribuintes no Amazonas. A expectativa da Receita Federal era receber, no máximo, 319 mil declarações.

De acordo com a Receita, o contribuinte que não entregou a declaração do IRPF 2019 dentro do prazo já pode enviá-la, mas estará sujeito ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74.

Devem fazer a declaração do Imposto de Renda 2019, quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.

Os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado, também devem fazer a declaração.

Conforme a Receita, quem obteve, em qualquer mês de 2018, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas, terá que fazer a declaração.

Também devem declarar quem teve, em 2018, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural; quem tinha, até 31 de dezembro de 2018, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

Além de quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2018 e quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

Com informações da Receita Federal.