Mais de 38% do público-alvo já se vacinou contra a H1N1 em Manaus

Cerca de 38,97% do público-alvo, que são os grupos prioritários preconizados pelo Ministério da Saúde na Campanha de Vacinação contra a Influenza, já se imunizou contra H1N1 em Manaus. A meta é vacinar 90% de um total de 455.083 pessoas.

Até o último sábado (23), 177.389 pessoas já tinham recebido a imunização. Ainda no sábado, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) abriu 63 salas de vacinação em toda a cidade, inclusive na zona Rural, para facilitar o acesso da população. O atendimento foi das 8h às 12h e foram vacinadas 34.747 pessoas.

Os idosos acima de 60 anos representam o grupo com o maior número de vacinados , 53.753, o equivalente a 48,14% do total do grupo. Em seguida, as pessoas com comorbidades, das quais 18.967, o que representa 42,72% do estimado para esta categoria.

Das crianças de seis meses a menos de seis anos foram vacinadas desde o início da campanha, na última quarta-feira, 70.090, que são 36,57% do total a serem vacinadas. O grupo de gestantes é o que apresenta o menor percentual. Até agora apenas 7.646 das grávidas tomaram a vacina, pouco mais de 25,74% do total a ser imunizado.

“Por determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, montamos toda uma estrutura especial para que a população de Manaus pudesse procurar com tranquilidade as salas de vacina e receber a sua dose da imunização. Não foi só a acomodação e distribuição das vacinas, que já é um trabalho de grande complexidade, mas também todo um esforço de organização, de orientação ao público, para garantir o bom andamento dos serviços e o atendimento adequado de todos os que procuraram receber a sua dose”, explicou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Esforço concentrado

A operação do sábado visou atender a meta, também determinada pelo prefeito Arthur Neto, de imunizar, dentro de 15 dias, 90% dos 455.083 cidadãos de Manaus que integram os chamados grupos prioritários, as pessoas em situação de maior vulnerabilidade diante dos efeitos da gripe Influenza.

Além da Semsa, outras entidades parceiras se engajaram para ajudar a viabilizar o atendimento: servidores e veículos da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), da Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança (SEAGI), da Polícia Militar e do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) colaboraram nas operações logísticas para transporte e distribuição das vacinas.

A distribuição dos locais observou o quantitativo de usuários por Distrito de Saúde (Disa) e bairro, a partir dos registros das unidades básicas e policlínicas. O Disa Sul teve 18 unidades em funcionamento; o Oeste, 17; o Leste, 13; o Disa Norte teve dez; e o Rural teve cinco unidades atuando na imunização de moradores nos ramais.

O combate ao vírus H1N1 continua na próxima semana, com as 183 salas de vacina de Manaus prontas para receber a população. A lista completa pode ser acessada logo ao se abrir o site da Semsa: http://semsa.manaus.am.gov.br.