Mais de 40 mil pessoas participam da abertura do ‘Boi Manaus’ na Ponta Negra

Nesse sábado (20) foi dado o “start” para as comemorações dos 349 anos da capital amazonense, com a primeira noite da 21ª edição do Boi Manaus. O evento reuniu cerca de 40 mil pessoas no Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste. A abertura do primeiro dia contou com a apresentação do cantor Paulinho Vianna e do Grupo Kuarup.

Além deles, o evento de aniversário da cidade contou com uma novidade. O trio que trazia os artistas Cezar Pinheiro e Carlos Batata contava com a presença de um intérprete de Libras, Eric Telles, que viu na oportunidade um passo para que as pessoas com deficiência auditiva possam participar de grandes festividades.

O primeiro dia de Boi Manaus contou ainda com as apresentações dos grupos A Toada e Canto da Mata, além dos cantores Robson Jr., Helen Veras, Fábio Casagrande, P.A Chaves, Prince do Boi e Carlinhos do Boi.

Para o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, o novo formato e toda a estrutura dispensada à realização do Boi Manaus 2018, que envolve a integração das secretarias da administração municipal, são o segredo para o sucesso de público e também para a consolidação do evento como produto turístico.

“Essa grande festa da cidade, que já é tradição e faz parte do calendário nacional de festas populares do Brasil, marca, há 21 anos, as comemorações do aniversário de Manaus e sempre emociona pela diversidade e pluralidade que se reúnem para curtir o boi-bumbá. Vemos que a renovação, com novos artistas que se apresentaram na primeira noite, foi bem recebida pelo público. Cada vez mais o Boi Manaus se consolida como um dos principais produtos turísticos da capital da Amazônia”, afirmou Bernardo.

A festa foi encerrada com uma grande apoteose dos bumbás Brilhante, Garanhão e o atual campeão Corre-Campo, apresentando suas toadas e itens oficiais. O Boi Manaus continua neste domingo (21), a partir das 16h, com os trios elétricos na Ponta Negra.