Mais de 600 atletas se reúnem no Amadeu Teixeira para Campeonato Mundial de Luta Livre Esportiva

FOTOS: MAURO NETO/SEJEL

Nesse domingo, a Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, localizada no bairro de Flores, zona centro-sul de Manaus, foi palco do Campeonato Mundial de Luta Livre Esportiva. O campeonato, que acontece pela segunda vez em Manaus, recebeu o apoio do Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O evento é realizado pela Federação Internacional de Luta Livre Esportiva (FILL), em parceria com a Confederação Brasileira de Luta Livre Esportiva (CBLLE), com a direção da Federação Amazonense de Submission e Luta Livre Esportiva (Fasub).

Presente no evento e acompanhando as lutas, o secretário da Sejel, Manoel Almeida, destacou a satisfação de poder contribuir com o mundial. “Manaus é um campo fértil de geração de campeões em vários esportes. Hoje, acompanhando esses atletas, essas crianças que têm a Luta livre como esporte favorito, eu fico satisfeito em poder contribuir como pasta de esporte para que este evento possa ser um sucesso, como está sendo”, disse o secretário.

Para o grão Mestre, oitavo dam, Bosco Lima, que é presidente da Confederação Brasileira de Luta Livre Esportiva (CBLLE), Manaus é a cidade com melhor estrutura para receber o mundial por conta da referência para a modalidade. “Para este evento, de tão grande magnitude, Manaus é a cidade mais capacitada, não só pela estrutura física e organização que mostra em cada evento, mas pelo crescimento que a Luta Livre vem exibindo aqui. Ano passado tivemos poucas crianças no brasileiro competindo, mas hoje, mais de 200 crianças lutaram. Isso configura uma excelente base para nossa modalidade e fortifica a referência da capital manauara, que é o primeiro polo da Luta Livre Esportiva no Brasil”, disse Bosco.

Segundo Antônio Aleixo, presidente da Fasub, o campeonato foi um sucesso. “Sem sombra de dúvidas este segundo mundial na nossa cidade foi um sucesso. Isso se deve por conta do número de inscritos, dos duelos de alto nível e exibindo um total crescimento da nossa base de Luta Livre. Somos, atualmente, a cidade com mais adeptos de lutadores e isso é resultado do trabalho sério que nossa federação desenvolve”, pontuou Antônio.