Mais de 800 pessoas visitaram o Teatro Amazonas após a reabertura no mês de julho

blank

Foto Reprodução

Mais de 800 pessoas visitaram o Teatro Amazonas no mês de julho, depois da reabertura do espaço. O patrimônio ficou fechado por três meses devido à pandemia do coronavírus , seguindo as orientações do Ministério da Saúde para evitar aglomerações.

Neste mês, a visita ao Teatro é gratuita para todos os visitantes, a fim de celebrar a volta do local ao circuito cultural da cidade. Em agosto, a gratuidade passa a ser de amazonenses, mediante comprovação, de crianças de até 10 anos e pessoas com deficiência. Idosos e estudantes pagam meia-entrada. O ingresso custa R$ 20,00 , R$ 10,00 a meia-entrada.

Para visitar, é preciso agendar um horário por meio do Portal da Cultura, no aplicativo Cultura.AM ou no site do Teatro Amazonas. A gratuidade para todos vai até esta sexta-feira (31), então convidamos os turistas que quiserem visitar e conhecer um dos maiores patrimônios do Amazonas a aproveitar este benefício”.

O Teatro Amazonas fica aberto de terça a sábado, das 9h às 15h. O espaço recebe até dez pessoas por grupo para a visitação em um roteiro reduzido, de 30 minutos. Cada etapa tem entre três e cinco minutos, com exceção do Salão de Espetáculos, com o tempo previsto de nove minutos. Entre os destaques estão o Hall, Salão de Espetáculos, Saleta de Arquitetura e Órgão Eletrônico, Maquete de Lego do Teatro Amazonas, Salão Nobre e Varanda Frontal, Sala de Exposição e Camarim de Época.

blank

FOTOS: Michael Dantas

Espaços culturais e visitação

Além do Teatro Amazonas, o Palacete Provincial, os centros culturais Palácio Rio Negro, Palácio da Justiça e Povos da Amazônia já reabriram para visitação turística.

Os espaços passaram por um processo de sanitização para voltar a receber o público, além de adotar medidas de prevenção, como a instalação de totens de álcool em gel acionados por pedal, medição da temperatura, grupos reduzidos para visitação, distanciamento de 1,5 metros entre pessoas, e uso obrigatório de máscara.

Todos os espaços estão abertos ao público de terça a sábado, das 9h às 15h. Para agendar uma visita, basta escolher o espaço e o horário, e informar um número de telefone e o CPF. O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, destaca que as visitas são gratuitas, no entanto, devem ser agendadas por meio do Portal da Cultura  e do aplicativo Cultura.AM.

Os parques Jefferson Peres e Rio Negro também estão abertos ao público diariamente, das 6h às 14h.

(*) Informações da assessoria