Mais de 82 mil atendimentos médicos ainda não foram feitos na saúde pública do Amazonas, aponta deputado

Foto: Divulgação Sejusc

No período de junho a agosto deste ano, mais de 82 mil atendimentos de saúde não foram realizados pelo Governo do Amazonas, conforme apontam os dados da própria Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) levantados pelo deputado Dermilson Chagas (Podemos) e apresentados à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) nesta quinta-feira (01).

Segundo os dados disponibilizados pela SES-AM, no dia 29 de junho deste ano a quantidade de consultas pendentes era de 77.552. Já no dia 18 de agosto, houve um acréscimo de 5.104, totalizando em 82.656 atendimentos médicos que o Governo do Amazonas não conseguiu ofertar para a população.

“Um acréscimo de 6,5%. Agora se for continuar nesse ritmo e calcularmos por ano, chegará a 39%. Isso mostra que o governo não tem se esforçado em atender a população. Parece que o povo não é a verdadeira prioridade para o governador Wilson Lima. Será que gastar o dinheiro público com propagandas é mais importante do que com a saúde pública? Isso é um absurdo”, Disse Dermilson.

Tomografias
Além disso, Dermilson também voltou a criticar a quantidade de pessoas que estão na espera do exame de tomografia computadorizada.

De acordo com os dados apresentados por ele, cerca de 2.119 pacientes aguardam pelo procedimento. “Depois de vários meses e de várias pessoas terem morrido, o Estado finalmente compra esses novos aparelhos. Agora, espero que o governador faça um mutirão para diminuir essa quantidade de gente. Cada número dessa lista é a vida de um pai, de uma mãe e de um filho. O governo precisa deixar de ser irresponsável e criminoso, e começar a agir”, afirmou.
(*) Informações da assessoria