Mais de 900 carteirinhas do ID Jovem são emitidas no Amazonas

A carteirinha do “Identidade Jovem” ou simplesmente “ID Jovem” despontou no número de emissões e foi o estado que mais gerou carteiras ativas do programa. Foram 908 jovens, de 15 a 29 anos, com renda mensal de até dois salários mínimos, os beneficiados terão o direito de meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos, descontos em viagens interestaduais, além da gratuidade nas inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Segundo a Assessora de Projetos da Sejel, Antônia Muniz, a massificação das informações sobre o programa conta com o apoio dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). “Esse crescimento é, com certeza, por conta do trabalho que a Sejel tem feito na massificação das informações da ID Jovem. Chegamos a Coari, Iranduba, capacitamos alguns agentes do CRAS, até porque o CRAS é o órgão emissor do Número de Identificação Social (NIS), necessário para emitir a ID, além disso, levamos o informativo a algumas escolas, então, isso culminou com mais beneficiários nesse mês de fevereiro”, disse.

Segundo o secretário adjunto de juventude, Manoel Almeida, em breve a Sejel deve firmar novas parcerias para que mais pessoas possam ter a carteirinha do ID Jovem. “O índice de fevereiro é o atestado de que estamos no caminho certo, e agora vamos ampliar o que já está sendo feito, firmando as parcerias com Seas, Seduc e OSC’s (Organizações da Sociedade Civil) para massificar o conhecimento sobre esse programa que é a porta de acesso para direitos sociais da juventude previstos na lei 12.852 de 05 de agosto de 2013”, comentou.

A emissão do “ID Jovem” pode ser feita por meio de aplicativo do celular ou pela internet, no site do programa (http//idjovem.caixa.gov.br). É necessário ter em mãos o número de Identificação Social (NIS) impresso no Cartão Cidadão, extrato do FGTS e a Carteira de Trabalho.