Mais de R$ 2,5 mi foram investidos na aquisição de móveis para escolas do AM

As escolas do governo do Amazonas receberam neste ano mais de 9 mil móveis por meio do Programa de Regionalização do Mobiliário Escolar (Promove), executado pela Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS). O programa movimentou, até o mês de outubro, aproximadamente, R$ 3 milhões em recursos, beneficiando marceneiros e pequenas movelarias do interior do Estado.

Neste ano, o programa credenciou 42 movelarias de 16 cidades do Amazonas. O município de Parintins é o que mais se destaca na produção dos móveis. Foram fornecidos, em média, 1.278 mil móveis, gerando cerca de R$ 764.450 mil em recursos para o município. Manacapuru forneceu cerca de 543 mil itens escolares que totalizou R$ 571.340 mil. Já Humaitá, produziu 538 mil móveis e arrecadou R$ 355.535 mil reais.

Entre os móveis escolares produzidos no interior do Amazonas, estão quadro branco, quadro de aviso, conjunto professor (mesa e cadeira), armário 12 portas, armário alto, mesa para refeitório, mesa para escritório, mesa para computador, mesa de reunião e bancos para mesa de refeitório.

O presidente da Agência, Flávio Antony Filho, destaca que o programa tem gerado emprego e renda no interior, além de impulsionar fortemente o setor madeireiro no Amazonas. “Quem produz tem destino certo para os seus produtos por meio do Promove. São mais de 500 mil alunos da rede pública beneficiados com móveis de qualidade e produzidos no próprio estado”, comentou.

Credenciados

Em 2019, participam do Promove as movelarias dos municípios de Atalaia do Norte, Boa Vista do Ramos, Borba, Carauari, Careiro Castanho, Eirunepé, Humaitá, Itacoatiara, Lábrea, Manacapuru, Manaus, Manicoré, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins e Rio Preto da Eva.

Com informações da assessoria da ADS