Major que “peitou” deputada vira chefe da Casa Militar da Assembleia Legislativa do Estado

Major Falabella peitando deputada capa 2

O major PM Fábio Augusto Santos Falabella mostrou que tem prestígio junto ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), deputado Josué Neto (PSD). Apesar de ter entrado em confronto com uma parlamentar da Casa, a deputada Alessandra Campêlo, na época PC do B, hoje PMDB, o major PM Falabella ganhou promoção, passou de adjunto da Casa Militar para Chefe da Casa Militar do Poder Legislativo (ver publicação no final da matéria)

O major é acusado de prender ilegalmente numa sala da Assembleia e de mandar bater no manifestante, Hinaldo de Castro Conceição, o rapaz que jogou notas de dinheiro impressas no governador do Estado, José Melo, durante entrevista coletiva na Assembleia, na abertura dos Trabalhos Legislativos, no dia 1 de fevereiro. O major também aparece em vídeo “peitando” a deputada Alessandra Campêlo que decidiu tirar Hinaldo da sala onde estava preso e levá-lo para uma delegacia. Alessandra estava acompanhada dos deputados Luiz Castro e José Ricardo Wendling.

O major bloqueou a passagem da parlamentar quando ela saia do elevador e tentou na base da força tirar o manifestante das mãos de Alessandra. Na ocasião, a deputada questionou os métodos usados pelo major. “Primeiro, porque se for comprovado que vocês bateram nele é crime, segundo que ele ficar preso nessa sala é ilegal. A assembleia não é prisão, é um absurdo na casa do povo uma pessoa ficar detida e ser agredida”, reclamou a deputada ao major.

Demostrando indignação com o comportamento do major, a deputada o denunciou à presidência por conduta desrespeitosa com um parlamentar do Poder Legislativo e de truculência no trato com cidadãos. A resposta veio na edição 743 do Diário Oficial Eletrônico, do dia 04 de abril, onde está a nomeação do major PM Falabella para Chefe da Casa Militar de Josué Neto. (Any Margareth)

Nomeação Falabella