Manaus alinha parceria com agências financeiras internacionais para realizar projetos sustentáveis

O prefeito Arthur Virgílio Neto, juntamente com o vice-prefeito, Marcos Rotta, e a primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, receberam, nessa terça-feira (28), a visita de representantes do Banco Mundial e da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), em Manaus. A visita teve o intuito de confirmar o interesse das agências financeiras internacionais em firmar parceria para realizar projetos sustentáveis na zona Leste e na área central da capital.

Durante a reunião que aconteceu na sede da Prefeitura, na Compensa, Arthur ouviu as propostas e apresentou as credenciais de Manaus, cidade reconhecida nacionalmente por sua política de austeridade financeira e sua capacidade de ajuste fiscal.

O prefeito lembrou das dificuldades enfrentadas no início de sua gestão e agradeceu às instituições quanto ao interesse de firmarem parcerias que ajudem a dotar a cidade de uma infraestrutura ainda melhor.

“Comentamos durante a reunião, com muito bom humor, que quando a prefeitura mais precisava, logo que assumi, os bancos não queriam nos receber, porque Manaus estava com a situação financeira deteriorada. Hoje, Manaus é uma cidade que está naquela faixa privilegiada e rara das cidades que são procuradas por instituições financeiras”, explicou o prefeito.

A representante do Banco Mundial, Márcia Casseb, destacou que a parceria, assim que for efetivada, deve ser voltada a projetos de requalificação do Centro e de continuidade dos trabalhos na zona Leste, iniciados com o Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis).

“Viemos a Manaus para participar de reuniões de trabalho juntamente com a Agência Francesa de Desenvolvimento, que será co-financiadora nessa parceria. A prefeitura está com excelentes indicadores financeiros, o que é importante para credenciar Manaus a um financiamento internacional com duas agências de financiamento”, destacou.

O gerente de projetos da AFD, Guillermo Madrid, também foi enfático ao salientar que a França tem muito interesse em conhecer e aprender com Manaus e por isso propõem a parceria com a prefeitura.

“Acreditamos que as experiências de política pública urbana das cidades francesas podem ensinar muito em termos de valorização e revitalização do espaço público e desenvolvimento econômico voltado ao turismo. Ao mesmo tempo, estaremos aprendendo muito com a realidade de Manaus”, disse Guillermo.

Em Manaus, os representantes das instituições financeiras participam durante dois dias de encontros para discutir com segmentos da sociedade civil e instituições públicas quais as ações prioritárias para a revitalização do centro de Manaus.