Manaus é “escolhida” como uma das campeãs do País em falta de esgoto e água tratada…Mas tem Rock in Rio Baré, gente!

Rock in Rio Baré capa

No mesmo dia em que Manaus foi apontada por um instituto nacional como uma das campeãs – 92ª entre as 100ª maiores cidades do País – em precários serviços de água tratada e coleta e tratamento de esgoto, o prefeito Artur Neto anunciou, no Rio de Janeiro, o que chamou de ação sócio-ambiental, com a realização do Rock in Rio Baré, em Manaus, com um custo de R$ 28 milhões, para o qual ele jura de pé junto que não vai gastar um centavo. Essa cifra milionária será paga, segundo o prefeito tucano – bom de bico – pelos únicos empresários do mundo que não visam lucro – vocês acreditam que Roberto Medina vai gastar ao invés de lucrar, gente?

O tal Rock in Rio Baré que leva um nome pra lá de lambanceiro, “Amazônia Live”, diz o prefeito Artur Neto, que vai trazer a Ivete Sangalo para um show no Anfiteatro da Ponta Negra e num “palco flutuante, em pleno Rio Negro”, onde uns 200 abastados – aqueles que certos colunistas sociais chamam de “bem nascidos” – vão assistir ainda um espetáculo com a Orquestra Sinfônica Brasileira e o tenor lírico Plácido Domingo. Artur Neto promete ainda que o Rock in Rio Baré, que de rock não tem nada, vai servir ainda para o plantio de milhões de mudas de árvores nos próximos 3 anos, numa ação sócio-ambiental – seria bom plantar as árvores dentro das milhares das crateras das ruas de Manaus, ou dos buracos de esgoto abertos, pra gente não despencar neles, com carro e tudo, né mesmo?

Ou quem sabe o prefeito Artur Neto não está criando um inovador projeto de mobilidade urbana onde o povo, pra não ser engolido pelos buracos e bueiros, passe a fazer que nem Tarzan pulando de uma árvore pra outra, agarrado nos cipós, afinal tucano como ele fica bem trepado em árvore, né meu povo?

Deputada larga a peia

“É muito bom ter um show do nível do Rock in Rio em qualquer cidade, agora eu acho que a gente tem que ter prioridade. O prefeito ir lá no Rio de Janeiro e ter a cara de pau de dizer que não vai ter um centavo de investimento público é muita fanfarronice. Está virando brincadeira com o povo de Manaus esse tipo de gasto”, disse, nesta terça-feira (05), a deputada Alessandra Câmpelo (PMDB), largando a peia no prefeito tucano Artur Neto.

Sobre a falta de visão e prioridade do prefeito, a deputada fez o contraste ao comentar dados estarrecedores divulgados pelo Instituto Trata Brasil que mostram que os avanços continuam tímidos no que diz respeito a atingir a universalização dos serviços de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos em 20 anos, como prevê o Plano Nacional de Saneamento Básico – 2014 a 2033.

“Não dá para festejar o Rock in Rio, enquanto a Manaus recebe nota zero em saneamento básico e coleta de esgoto. Além disso, escolas municipais, como a Domingos Sávio (Nova Esperança) estão fechadas, os estudantes sofrem com a falta de merenda, faltam remédios nas unidades básicas de saúde , não tem mobilidade urbana e as ruas continuam esburacadas”, concluiu Alessandra.