Manaus é uma nova cidade: as ruas dos bairros e conjuntos estão virando um mar de lama com tanta buraqueira

Bairro Galileia 1 b

Bairro Galileia 2 bLeitores do Radar que moram no conjunto Galiléia, Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, tinham toda razão ao reclamarem pela falta de serviços de infraestrutura, por parte da Prefeitura de Manaus, das ruas do conjunto.

O Radar foi até lá e a situação é deplorável. Os buracos nas ruas do conjunto estão pra todo lado. O motorista se desvia de um e cai em outro. E, num local em situação ainda mais crítica, no retorno que existe no final do Igarapé do Passarinho, os buracos viraram crateras, uma verdadeira armadilha par os motoristas desavisados que, quando chove e a lama encobre a pista, não conseguem enxergar os imensos buracos, caem neles, danificando seus veículos.

Obra que virou lama  

E pra piorar a situação dos moradores do Galileia, no local ainda tem a “obra” do trecho 3 da avenida da Avenida das Flores, onde existiria a construção de um corredor de ônibus que, no projeto, partiria do Terminal de Integração 3 (T3), na Avenida Noel Nutels, e se estenderia até o Igarapé do Passarinho. A ordem de serviço para as obras foi assinada quando ainda era governador o hoje senador Omar Aziz, em setembro de 2012.

A mera terraplanagem da área, como de costume, virou propaganda política da tríade Artur, Omar e Melo, e lá se foram mais de 3 de três anos e um orçamento de mais de R$ 220 milhões e nada da obra acabar. Até a placa da obra do corredor de ônibus já sumiu. O que existe por lá é um mar de lama que não está, logicamente, em nenhuma propaganda de Melo, nem do prefeito Artur Neto, em sua campanha publicitária “Manaus é uma nova cidade..” (Any Margareh)

Bairro Galileia 3 b