Anúncio Advertisement

‘Manaus Mais Limpa’ retira 211 placas irregulares na Max Teixeira

A avenida Max Teixeira, uma das principais vias da Cidade Nova, na zona Norte, foi o ponto principal da operação “Manaus Mais Limpa” desta quinta-feira (14) que visa a despoluição visual na capital, em integrada por secretarias da Prefeitura de Manaus e Polícia Civil.

Ao longo da avenida, foram retirados 211 engenhos publicitários instalados em locais inadequados e não regulamentados, proibidos por lei. Foram removidos 32 placas, 92 faixas, 64 galhardetes, 22 cavaletes e um totem.

“Os cavaletes são objetos que obstruem passagens e prejudicam os pedestres. Mais do que ilegal, o material suja a cidade e quem perde é a população e a paisagem. Queremos que todos possam trabalhar, divulgar seus serviços, mas não precisam poluir áreas públicas, usando os bens”, disse o coordenador do Procon Manaus, Rodrigo Guedes.

Multas

O Plano Diretor de Manaus, no Código de Posturas (Lei 005/2014), prevê aplicação de infração para a irregularidade, que pode variar de R$ 412,60 a R$ 1.264,80. No caso de reincidência, a multa é dobrada.

“A ação é para fazer uma limpeza visual na cidade de Manaus, orientando para retirada e regularização de engenhos, faixas e banners colocados de maneira irregular. E além da orientação, iniciaremos o trabalho de autuação e aplicação de multas”, explica Claudio Guenka.

A ação é realizada pelo Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM), contando com demanda direta do Implurb e Procon Manaus, além das secretarias de Limpeza Pública (Semulsp), Infraestrutura (Seminf), Comunicação (Semcom), Meio Ambiente (Semmas), Casa Militar, Guarda Militar, Manaustrans, Polícia Civil, Delegacia de Meio Ambiente (Dema) e Creci-AM.