Manaus registra 144 enterros diários e bate recorde desde o início da pandemia

Foto: Marcio James/Semcom

Manaus bateu o triste de recorde de enterros diários desde o início da pandemia: foram 144 pessoas sepultadas apenas nesse domingo (10). Delas, 62 tiveram a causa confirmada para Covid-19.

A última vez que a capital amazonense teve tantos enterros em um único dia foi em 26 de abril, quando foram registrados 140 sepultamentos. Na época, Manaus enfrentava a primeira onda da Covid-19, que lotou hospitais e cemitérios, e, por conta do colapso, teve caixões enterrados em valas coletivas.

Só para dar uma ideia da atual crise sanitária, no dia 11 de dezembro o número de enterros na capital foi 41, sendo 6 sepultamentos de vítimas de Covid-19.

Atualmente, Manaus voltou a enfrentar um surto de Covid-19 e o “cenário é de guerra”, como se vê em vídeos e situações que são repassadas ao Radar. Apenas nos nove primeiros dias de janeiro, o número de novas internações superou o total de todo o mês de dezembro.

Neste domingo (10), segundo boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), foram confirmados 965 novos casos de Covid, e o total de infectados chegou a 213.961.