Manaus registra 7 novos casos confirmados de sarampo em uma semana; casos suspeitos caiu 44,4%

Fotos: Altemar Alcântara/Semcom

Após ficar uma semana sem registrar nenhum novo caso confirmado de sarampo, subiu de 906 para 913 o número de casos na capital apontou o 30º Informativo Epidemiológico de Monitoramento dos Casos de Sarampo, divulgado nessa segunda-feira (2). No período, foram registrados 7 novos casos. Ao todo, Manaus tem 7.984 notificações da doença, o que inclui os casos confirmados, 6.594 casos suspeitos (aguardando resultado laboratorial) e 477 casos descartados após investigação.

O informativo também apontou que houve uma redução de 44,4% no número de notificações de casos suspeitos de sarampo em Manaus. A redução foi registrada no período de 29 de julho a 22 de setembro, em comparação ao número contabilizado de 3 de junho a 28 de julho.

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, a baixa na notificação de casos suspeitos vem ocorrendo a cada semana e tem mostrado sustentabilidade, mas as ações de prevenção precisam ter continuidade, porque o vírus ainda circula no Amazonas, além de outros Estados brasileiros.

“Aumentar a cobertura vacinal é a única forma efetiva de controle do surto, não somente em Manaus, como também em todo o território nacional. Por isso, fizemos uma grande mobilização em escolas e de casa em casa para proteger a população, sobretudo as crianças. Atingimos a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, mas nosso esforço continua até que o sarampo esteja novamente erradicado em Manaus”, destaca o prefeito.

Ainda de acordo com o Informe, entre todas as 7.984 notificações de sarampo, que abrangem também os novos casos suspeitos, 26,8% estão na faixa etária de 20 a 29 anos, seguida da faixa etária de 15 a 19 anos (23,4%), de 30 a 49 anos (15,4%) e menores de um ano (14,3%). Entre os 913 casos confirmados, a faixa etária mais atingida é a de menores de um ano (24,3%), seguida das faixas de 20 a 29 anos (19,8%) e de um a cinco anos (19,7%), e de 15 a 19 anos com 13,8% do total de confirmações.

O Distrito de Saúde (Disa) Norte ainda registra o maior número de notificações, com 35,6% do total, enquanto 32,3% dos casos foram no Leste, 17,6% no Sul, 13,4% no Oeste e 1,1% no Disa Rural.

A lista com as 183 salas de vacina do município de Manaus está disponível no site da Semsa (http://semsa.manaus.am.gov.br).