Manifestação pede permanência de líderes da FDN em Manaus

Com faixas e cartazes em mãos, um grupo de manifestantes fizeram um protesto para pedir que o narcotraficante e líder da facção criminosa Família do Norte (FDN), João Pinto Carioca, mais conhecido por “João Branco”, cumpra sua pena na prisão em Manaus. A manifestação aconteceu nessa quarta-feira (9), em frente ao Fórum Henoch Reis, Zona Centro da capital.

No ato, o grupo fez a mesma reivindicação em favor de José Roberto Barbosa Fernandes, o “Zé Roberto da Compensa”. Muitos dos manifestantes que estavam no local, eram detentos de regime semiaberto e faziam uso de tornozeleira eletrônica.

João Branco foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão em regime fechado pelo assassinato do delegado de Polícia Civil Oscar Cardoso, morto em 2014. O julgamento dele e de outros três réus, aconteceu no mês de abril deste ano em Manaus.

Já ‘Zé Roberto’ foi condenado a 48 anos de prisão pelos crimes de organização criminosa e tráfico de drogas. Eles cumprem prisão no presídio federal de Catanduvas, no interior do Paraná.