Manifestantes lotam a frente do Tribunal de Justiça pedindo punição aos acusados de abuso sexual de menores

Manifestação-tribunal-de-justiçaUma multidão foi às ruas na tarde desta quarta-feira (12) em repúdio ao abuso sexual de crianças e adolescentes no Amazonas e pedir que a Justiça se manifeste para punir os acusados, principalmente agentes públicos envolvidos em tais crimes, assim como exigir providências do judiciário para proteger vítimas e testemunhas. A manifestação foi liderada pelo deputado Luiz Castro, pelo Movimento Nacional de Direitos Humanos e o Comitê de Enfrentamento da Violência Contra Crianças e Adolescentes.

A concentração foi no estacionamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), de onde os manifestantes saíram em caminhada até o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). No caminho receberam o apoio de pessoas que passavam pelo local e se uniram à manifestação, e de motoristas que fizeram um buzinaço em solidariedade.

O manifesto reivindica as seguintes providências por parte da Justiça:

1–   Julgamento do prefeito Adail Pinheiro pelos crimes de Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes;

2–   Cassação do Registro de Candidatura de Adail Pinheiro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE);

3–    Criação de Vara Criminal Especializada em Crimes Sexuais contra Crianças e Adolescente;

4–    Intervenção no Município de Coari para o reestabelecimento da ordem e moralidade pública;

5–    Apoio à criação da CPI da Pedofilia na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas