Anúncio Advertisement

Mas, cadê os vereadores, gente?

Jantar Vereadores

A assessoria do líder do PSB na Câmara Municipal de Manaus, o vereador Marcelo Serafim, filho do ex-prefeito Serafim Correa, enviou release (e não deve ter sido só ao Radar) divulgando o jantar que aconteceu no sábado à noite (18), na casa do parlamentar. O jantar seria um segundo encontro entre os vereadores e o prefeito, já que o primeiro encontro aconteceu meses atrás na casa do vereador-ouvidor da CMM, Hiram Nicolau. Segundo os antenados do Radar, na primeira reunião, o ouvidor Hiram Nicolau, como manda a sua função, ouviu muito, falou quase nada, e prometeu menos ainda. As promessas teriam ficado por conta do prefeito Artur Neto que, comentam alguns vereadores-membros do “grupo dos descontentes”, teria desfiado um rosário de promessas e não cumprido praticamente nada. O encontro na casa de Marcelo Serafim teria a finalidade de acalmar os vereadores descontentes e dar um injeção de ânimo nos descrentes garantindo que as promessas ainda serão cumpridas. Mas, segundo imagem do jantar enviada pela própria assessoria, a primeira coisa que vem na cabeça ao olhar a foto é: Cadê os vereadores, mesmo?

Imagem desconexa

Na foto, em primeiro plano, todos sentados lado a lado no sofá, o ouvidor-vereador, Hiram Nicolau, com um esquisito jeito um tanto cabisbaixo, o vice-governador José Melo (o que ele estava fazendo lá mesmo, gente?), o prefeito Artur Neto e o ex-prefeito Serafim Correa (foi lá visitar o filho, é?). Mas, a pose certa pra foto não deveria ser um monte de vereador ladeando o prefeito Artur Neto, todos com aquele sorriso de álbum de família feliz?

Números não muito alentadores

E, na matéria enviada ao Radar o registro da presença de vereadores ao jantar teria sido de 25 parlamentares. Pelas contas do povo aqui do Radar esse não é um número dos mais alentadores. No início da administração de Artur Neto, em janeiro deste ano, havia na base de apoio ao prefeito na CMM, um total d 38 vereadores, exatamente o número de votos conquistados pelo tucano Bosco Saraiva, indicado por Artur Neto, para presidência da Câmara. Então, cadê o restante?

Bacalhau no 0800

Vereador amigo do povo aqui do Radar, quando perguntado sobre o motivo pra ter ido ao jantar, foi logo confessando: “Disseram que ia ser servido bacalhau, e tu achas que eu vou deixar de comer bacalhau e ainda na base do 0800 (grátis)”. E ainda arrematou: “Tá pensando que isso é sempre? Na casa de um portuga é uma vez na vida”, brincou.

Mas tinha guerra?

Esse mesmo vereador amigo do Radar, comentou sobre uma foto postada em um dos principais sites da cidade, onde o prefeito Artur Neto aparece ladeado pelos vereadores Isaac Tayah (PSD)  e Marcel Alexandre (PMDB), e um texto onde diz que esses parlamentares teriam selado a paz com o prefeito Artur Neto. Ele foi logo perguntando: “Mas, eles estavam em guerra, é?”